Segunda-feira, 01 de Junho de 2009

Fui à cidade visitar o meu Amor,

Mas o coração gelou com a notícia!

Não estava…

Partiu, por tempo indefinido.


E voltei eu a casa, agastado!

Desolado, angustiado, derrotado…

Magicando possíveis razoes para a sua partida,

Justificando tão vil acto.


A verdade é que nada me ocorre,

E vazio estou de respostas!

Nem um último sorriso, nada…

Nem sequer uma carta!


Chagado eu à minha montanha,

Os pastos verdes já não eram,

O rio tinha secado,

E as árvores curvaram em direcção ao solo.


Tinha perdido a essência de viver

E tudo à minha volta morto se encontrava!

Desencontrei-me de mim mesmo

E chorei, essencialmente, a perda de mim próprio!


Foto: A partida! de JHenrique NBatista



Publicado por Sandro M. Gomes às 22:03
Uma aventura nada arriscada pelo mundo da poesia. Entra e instala-te, deixa que em ti flua, de modo sensato, o espírito e a inspiração poética.
mais sobre mim
Junho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26

28
29
30


pesquisar neste blog
 
blogs SAPO