Sábado, 14 de Março de 2009

Vi a face negra de um anjo,
Ouvi os seus angustiantes lamentos,
Senti o medo na sua mão!
Um corpo avassalado pelo desgosto.

Vi as suas lágrimas de sangue,
Os seus olhos doentes!
Espelho perfeito da sua alma,
Denegrida, desfeita, arruinada!

Ajoelhei-me perante esse anjo,
Dei-lhe ambas as mãos.
Partilhei do seu sofrimento,
Suportei o seu desgosto!

Acorda, reage, renasce!
Apaga o passado nefasto,
Que más memórias te teima em trazer
E vive… pois só o poderás fazer uma única vez!

Foto: A queda de um anjo de Graça Loureiro


Publicado por Sandro M. Gomes às 00:19
Uma aventura nada arriscada pelo mundo da poesia. Entra e instala-te, deixa que em ti flua, de modo sensato, o espírito e a inspiração poética.
mais sobre mim
Março 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
12
13

15
16
17
19
20
21

22
24
25
27
28

29
30


pesquisar neste blog
 
blogs SAPO