Sábado, 25 de Abril de 2009

Não consigo dormir, passo a noite a ouvir
Ensinamentos sábios...
Nada se obtém da indeferença,
Tenho de olhar para o meu interior.

Encontrarei alguma convicção em mim?
Ou apenas te direi "adeus"?
Sou defenido pelas coisas que nunca fui...

Suponho que só o tempo o dirá!
Então não deixes que aconteça,
Antes que chegue o amanhã,
Antes que tu desistas
Estende-me a mão
Antes que chegue o amanhã,
Podes mudar tudo!

Pûs de lado a riqueza e o orgulho
Que me cegaram todo este tempo...
Daqui para a frente as coisas serão bem diferentes!

No fim de tudo
Ninguém se importa com o que fazemos...
No fim de tudo
Ninguém se preocupa para onde caminhamos...
Alguém se atreve a justificar como vivemos,
Alguém que se preocupe...

Nós podiamos ser bem melhores do que somos...
Nós podiamos ser bem melhores do que somos, agora!

Foto: Suave amanhecer de Rui J. Santos


Publicado por Sandro M. Gomes às 15:36
A foto está linda!!!!

E amei o post, palavras lindas com sempre!

"Sou defenido pelas coisas que nunca fui..."
Eu, tento agora mais que nunca ser definida pelo que sou e quero ser...

Jokitas
★ Aralis ★ a 1 de Maio de 2009 às 15:13

Uma aventura nada arriscada pelo mundo da poesia. Entra e instala-te, deixa que em ti flua, de modo sensato, o espírito e a inspiração poética.
mais sobre mim
Abril 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24

26
27
28
29
30


pesquisar neste blog
 
blogs SAPO