Sábado, 14 de Junho de 2008


Planeei, trabalhei, criei…
Na ânsia de vir a ter um segundo memorável.
Para poder ver através do nevoeiro cerrado,
Poder ver o arco-íris no seu real valor.
Tudo fiz para apagar as lágrimas da saudade,
Fazer delas gotas de chuva, gotas de amor…
Tentei que este meu medo
Se fizesse força para a tudo resistir…
Para que os pesadelos da solidão
Não derrubassem por terra esta minha ambição…


Construí um castelo de sonhos.
Que magnifico castelo este…
Só necessita de chave para entrar,
E essa chave só a tem,
Quem, na realidade, sabe amar…



Publicado por Sandro M. Gomes às 21:39
Uma aventura nada arriscada pelo mundo da poesia. Entra e instala-te, deixa que em ti flua, de modo sensato, o espírito e a inspiração poética.
mais sobre mim
Junho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

16
19
20

22



pesquisar neste blog
 
blogs SAPO