Domingo, 29 de Junho de 2008

Quantas vezes sentimos vontade de ser
Um rio cheio, a transbordar,
Uma bomba que tudo arrasa,
Um furacão que arrasa tudo.

Mas, outras vezes temos vontade de ter
Um canto escuro onde nos possamos esconder,
Um labirinto para nos perdermos
E onde podemos fazer o tempo parar.

Oh, esta dor de saber que na vida
É melhor estar com um pé atrás e
Ser um bom perdedor.

Amor, minha musa perdida,
Anda e cura esta ferida
Deste poeta sonhador.


Publicado por Sandro M. Gomes às 17:46

Quantas vezes sentimos vontade de ser
Um rio cheio, a transbordar,
Uma bomba que tudo arrasa,
Um furacão que arrasa tudo.

Mas, outras vezes temos vontade de ter
Um canto escuro onde nos possamos esconder,
Um labirinto para nos perdermos
E onde podemos fazer o tempo parar.

Oh, esta dor de saber que na vida
É melhor estar com um pé atrás e
Ser um bom perdedor.

Amor, minha musa perdida,
Anda e cura esta ferida
Deste poeta sonhador.


Publicado por Sandro M. Gomes às 17:46

Quantas vezes sentimos vontade de ser
Um rio cheio, a transbordar,
Uma bomba que tudo arrasa,
Um furacão que arrasa tudo.

Mas, outras vezes temos vontade de ter
Um canto escuro onde nos possamos esconder,
Um labirinto para nos perdermos
E onde podemos fazer o tempo parar.

Oh, esta dor de saber que na vida
É melhor estar com um pé atrás e
Ser um bom perdedor.

Amor, minha musa perdida,
Anda e cura esta ferida
Deste poeta sonhador.


Publicado por Sandro M. Gomes às 17:46

Quantas vezes sentimos vontade de ser
Um rio cheio, a transbordar,
Uma bomba que tudo arrasa,
Um furacão que arrasa tudo.

Mas, outras vezes temos vontade de ter
Um canto escuro onde nos possamos esconder,
Um labirinto para nos perdermos
E onde podemos fazer o tempo parar.

Oh, esta dor de saber que na vida
É melhor estar com um pé atrás e
Ser um bom perdedor.

Amor, minha musa perdida,
Anda e cura esta ferida
Deste poeta sonhador.


Publicado por Sandro M. Gomes às 17:46

Quantas vezes sentimos vontade de ser
Um rio cheio, a transbordar,
Uma bomba que tudo arrasa,
Um furacão que arrasa tudo.

Mas, outras vezes temos vontade de ter
Um canto escuro onde nos possamos esconder,
Um labirinto para nos perdermos
E onde podemos fazer o tempo parar.

Oh, esta dor de saber que na vida
É melhor estar com um pé atrás e
Ser um bom perdedor.

Amor, minha musa perdida,
Anda e cura esta ferida
Deste poeta sonhador.


Publicado por Sandro M. Gomes às 17:46

Quantas vezes sentimos vontade de ser
Um rio cheio, a transbordar,
Uma bomba que tudo arrasa,
Um furacão que arrasa tudo.

Mas, outras vezes temos vontade de ter
Um canto escuro onde nos possamos esconder,
Um labirinto para nos perdermos
E onde podemos fazer o tempo parar.

Oh, esta dor de saber que na vida
É melhor estar com um pé atrás e
Ser um bom perdedor.

Amor, minha musa perdida,
Anda e cura esta ferida
Deste poeta sonhador.


Publicado por Sandro M. Gomes às 17:46
Uma aventura nada arriscada pelo mundo da poesia. Entra e instala-te, deixa que em ti flua, de modo sensato, o espírito e a inspiração poética.
mais sobre mim
Junho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

16
19
20

22



pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
blogs SAPO